INSIGHTS

Aqui você encontra um rico debate sobre assuntos ligados a gestão e gerenciamento de crises.

| Por:

Como falar com stakeholders no momento da crise

Entretanto, quando uma crise é gerada, por exemplo, a imagem que o público de interesse construiu da empresa ao longo dos anos pode sofrer alterações. Para que a reputação de uma companhia não se desmorone da noite para o dia, ela deve pensar em estratégias diferentes das habituais, pois momentos de turbulência merecem atenção redobrada, não é mesmo?  


A importância dos stakeholders no momento da crise 

Uma notícia ruim, uma manifestação ou um comentário negativo nas mídias sociais são suficientes para desencadear um cenário crítico. Para que isso não aconteça de maneira drástica, é preciso investir na construção de interações e relacionamentos com os stakeholders, afinal, por serem públicos envolvidos, certamente possuem uma boa imagem da corporação.

Além de press releases, relatórios mensais e documentos que tentam resguardar a reputação de uma empresa, é fundamental que a companhia tenha um bom relacionamento com pessoas envolvidas com a marca, pois, caso aconteça algo de ruim ou uma decisão negativa venha à tona, são os stakeholders que defenderão a companhia.  


Como informar os stakeholders sobre a crise

Quando uma crise se desencadeia, é comum que as organizações não consigam pensar rapidamente em discursos para clientes, funcionários e, principalmente, imprensa. Para que o momento não pegue de surpresa seus gestores, é essencial planejar com antecedência quem serão os porta-vozes e o que eles o que vão falar para os jornalistas.

Vale lembrar que a pessoa escolhida para responder pela empresa deve se sentir confortável diante de microfone, câmeras, entre outros. Além disso, é importante que ela tenha recebido um treinamento de Media Training para passar maior credibilidade aos repórteres e ao público.  

Feito isso, a companhia deve também se posicionar por meio de outros canais de comunicação, como redes sociais, site corporativo e mídia espontânea. Por fim, vale ressaltar que, diante de uma crise, o silêncio jamais deve sobressair. Como disse o grande comunicador Chacrinha: "Quem não se comunica, se trumbica". 


E você, sabe como interagir com o seu público de interesse? Conhece bem os seus stakeholders? Queremos saber qual é a sua experiência sobre o assunto. Escreva nos comentários abaixo e aproveite para ler outros textos de nosso blog.