INSIGHTS

Aqui você encontra um rico debate sobre assuntos ligados a gestão de risco, gestão de crise, gerenciamento de crises, crise nas redes sociais e cases de crises, no quais podemos aprender muito

| Por:

Como trabalhar com gerenciamento de crise em época de eleição

A época das eleições é marcada por grandes polêmicas. Pesquisas eleitorais duvidosas, negociação de votos, debates acalorados entre os candidatos e o bombardeio de informações circulando nas redes sociais, são situações que devem ser acompanhadas de perto, pois podem ser a ponta do iceberg para o início de uma crise.

Todo gestor deve prever quando essas situações estão prestes a comprometer o andamento do negócio e, assim, saber trabalhar com gerenciamento de crise neste momento, que costuma intensificar as emoções.

Primeiramente é preciso ter bem claro na cultura e no código de conduta da empresa o que é e o que não é permitido durante o período eleitoral. 

  • A empresa apoia abertamente algum partido ou candidato?
  • A empresa não vincula a marca a nenhum partido ou candidato político?

É importante que as regras estejam claras para todos, em todos os níveis hierárquicos da organização para que todos tenham uma postura alinhada. É comum nesta época, ver empresas quebrando a cabeça para reverter uma situação desagradável causada por algum funcionário ou executivo que que se posicionou a favor ou contra algum partido nas redes sociais.

Além disso, ainda existem as Fakes News, que são as grandes causadoras da crise em época de eleição, pois a divulgação de dados considerados falsos, como pesquisa de intenção de votos e compartilhamento de informações contraditórias vinculando determinado partido com a organização, pode deixar o negócio com a imagem negativa. 

Para que isso não aconteça é preciso saber a origem da informação, sempre se manifeste quando achar algo suspeito envolvendo o seu nome, verifique a veracidade das fontes, até mesmo das mais confiáveis, elas também erram.

É bom agir com neutralidade, principalmente nas redes sociais, evite compartilhar, curtir e interagir em campanhas, posts e fotos com viés partidário. Veja as redes como algo para promover o seu negócio, os assuntos políticos e ideológicos podem ser deixados de lado neste caso.

Tenha muito cuidado com o atendimento prestado. É muito comum surgirem pessoas nos canais da sua organização com dúvidas sobre a vinculação de sua imagem com a de determinado partido ou candidato.

Fique atento, monitore os dados e se posicione sempre que precisar, dessa forma será possível prever uma possível crise que envolva o nome da sua empresa.

Tem dúvidas de como trabalhar com gerenciamento de crise em época de eleição? Venha tomar um café com a gente!