INSIGHTS

Aqui você encontra um rico debate sobre assuntos ligados a gestão e gerenciamento de crises.

| Por:

Cases digitais: quando uma imagem gera crise de marca

Uma campanha mal planejada que traga a imagem de um produto ou serviço de forma equivocada pode se transformar em algo negativo e gerar uma crise de marca. E não pense que isso depende do tipo de negócio que você tem. Crise não escolhe hora, nem lugar. Quando ela vem, é fundamental que a empresa esteja preparada para lidar de forma assertiva.

| Por:

A importância de construir uma reputação institucional

Todas as empresas presentes no mercado estão sujeitas a vivenciar uma crise. Como vivemos na era da midiatização das marcas e dos indivíduos, as empresas devem saber que, além de vender produtos de qualidade, elas precisam se posicionar socialmente, muitas vezes sobre assuntos internos e externos da organização. Para comunicólogos e profissionais de crise, isso é um fato: o posicionamento não é mais um diferencial, é uma obrigação.

| Por:

Como falar com stakeholders no momento da crise

Quem administra uma companhia sabe que, independentemente da área de atuação, a empresa deve estar sempre atenta à forma que se expõe ao stakeholders. Seja no modo como divulga seus serviços, no atendimento realizado pelos vendedores e pela telefonista, no cuidado que demonstra pelos clientes, etc. De toda forma, é fundamental que a corporação mostre qual é a sua verdadeira identidade aos stakeholders.

| Por:

Crise do Volkswagen Fox e a importância da transparência

Os cases servem de aprendizado para expor a organização, afinal, todos aprendem uns com os outros. Um dos fatores de sucesso para gerenciamento da crise é entender que, independentemente que esteja certa ou errada, sua empresa está envolvida numa situação constrangedora. Sendo assim, todos deverão se envolver para conter a crise. Negar ou colocar a culpa no outro nunca é o melhor caminho. Afinal, sua reputação vale muito.

| Por:

Líder ou porta-voz: quem fala na hora da crise?

No geral, o líder e o porta-voz têm papéis fundamentais em uma crise. Em momentos conturbados, o porta-voz recolherá a informação junto ao líder e ambos ficarão responsáveis por ajustar as mensagens com a comunicação interna. O objetivo é único: sempre manter e zelar pela boa reputação da empresa.

| Por:

O case da Johnson & Johnson que virou referência em gerenciamento de crise

Quando se fala em gerenciamento de crise e da respectiva atuação do departamento de Relações Públicas para contê-la, o primeiro grande case a ser lembrado é o da Johnson & Johnson. Entenda o que aconteceu e como a empresa fez história ao administrar uma crise de imagem envolvendo um de seus produtos de maior destaque: o analgésico Tylenol.